Uma rosa contra Hitler
História Viva - Ed. nº 41
De: R$ 10,90
Por: R$ 9,81
 

História Viva integra conteúdo brasileiro ao material da consagrada revista Historia, fenômeno editorial francês que conquistou o mundo com textos escritos por autores consagrados, abordagem diferenciada, qualidade e profundidade. Publicada mensalmente, História Viva é voltada aos interessados em conhecer e entender os acontecimentos que mais marcaram a história, seus desdobramentos no tempo e seus vínculos com a atualidade.

SUMÁRIO - março/2007

DOSSIÊ


OS ALEMÃES QUE RESISTIRAM A HITLER
Aristocracia e operariado, esquerda e direita, exército e alta administração, protestantes e católicos, vários alemães se opuseram abertamente ao regime hitlerista

A VITÓRIA PÓSTUMA DA ROSA BRANCA
Em 1941, com alguns colegas, os estudantes Hans e Sophie Scholl, de Munique, fundaram um movimento de resistência ao III Reich, denunciando com panfletos os crimes nazistas

SCHINDLER E O MÉRITO DOS JUSTOS
Outros alemães, além de Oskar Schindler, ajudaram os judeus perseguidos pelo III Reich. Os nomes de 300 deles estão inscritos no “Bosque dos Justos” em Jerusalém

UM ATENTADO QUASE PERFEITO
No dia 8 de novembro de 1939, em Munique, por uma diferença de exatamente 13 minutos, uma bomba preparada por um modesto marceneiro não pôs fim à vida do ditador nazista

20 DE JULHO DE 1944: A EXPLOSÃO
Um mês e meio após o desembarque aliado na costa da Normandia, o coronel Graf von Stauffenberg conseguiu depositar uma maleta cheia de explosivos perto do ditador

NO EXÍLIO, A LUTA DOS ESCRITORES
Fugindo do nazismo, vários intelectuais alemães se exilaram na França no início dos anos 30. Dali combatiam Hitler por meio de “uma escrita que mata”, na expressão de Bertolt Brecht

OS TRAÇOS DA REBELDIA
Artista gráfica e escultora, a alemã Käthe Kollwitz foi perseguida pelos nazistas devido a sua simpatia pelo socialismo


DESTAQUES

JÚLIO II, O TERRÍVEL PATRÃO DE MICHELANGELO
Lembrado como mecenas, Júlio II seduz ainda hoje, tanto pelos escândalos e controvérsias por ele suscitados quanto pela marca decisiva que imprimiu na história da Igreja e da Europa

ESCRAVOS DE ROMA: EM BUSCA DE UM ROSTO E DE UM NOME
Os cativos compunham 30% a 40% da população do Império Romano. Mas estavam longe de constituir uma massa indiferenciada e anônima

REMBRANDT, UM CRONISTA DOS PINCÉIS
Ao dedicar-se à pintura de temas históricos, Rembrandt reinventou o cotidiano, retratando cenas inusitadas, como a dissecação de um cadáver

INTRIGAS E COMPLÔS NO HARÉM REAL
Longe de ser mera curiosidade, o serralho constituiu um dos principais fatores da decadência do Império Otomano

JESUÍTAS E ÍNDIOS, INTRIGA E LUTA PELO PODER
A posição da Companhia de Jesus em relação à escravização dos gentios foi dúbia. Ao mesmo tempo que defendia os índios, admitia por vezes seu uso como mão-de-obra e a escravidão africana

TESOUROS NA ESTANTE
Estudo de acervo da biblioteca particular de Oswaldo Aranha, com mais de 11 mil livros, permite traçar um novo perfil do “peão de Alegrete”

UM NOVO ENREDO PARA AS AMÉRICAS
Depois de décadas de polêmicas, as pesquisas confirmam a tese da arqueóloga Niède Guidon sobre o povoamento da América


SEÇÕES

CARTAS

HISTÓRIA EM CARTAZ
Palavra Viva: Eduardo Martins
Prato de Resistência: Guta Chaves

TESES & SÍNTESES
Autora analisa o uso e a recepção do cinema na disseminação do anticomunismo

LIVROS
Em obra alentada, Jorge Caldeira conta a saga de Guilherme Pompeu de Almeida, um milionário do sertão

HISTORIOGRÁFICO
Tribo Krahô

DESTINOS
Ilhas Reunião e Maurício, dois pedaços da história da França

CRUZADA HISTÓRICA

PONTO FINAL
Por Anaïs Fléchet e Olivier Compagnon

Cabelos&Cia.
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Mente Cérebro
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Scientific American
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
História Viva
Edições Anteriores
Edições Especiais
Coleções
Jazz Vida antes da vida
EDITORA SEGMENTO
CNPJ: 65.698.516/0001-05
Rua Cunha Gago, 412 - 1º andar
Pinheiros - São Paulo/SP
CEP 05421-001
Telefone: (11) 3039.5600