O momentum do Coaching
HSM Management - Setembro/Outubro de 2018 - Ed. nº 130
R$ 54,00
 

Setembro - Outubro de 2018

 

“Superminds” definem o futuro do trabalho

Equipes de pessoas empoderadas por diversas tecnologias é que darão o tom, diz

Thomas Malone, do MIT.

 

Quando os homens fazem a diferença na equidade de gênero

O CEO de uma empresa de US$ 12 bi por ano e um líder do mercado financeiro contam como contribuem para essa mudança.

 

Simplificação como ideologia

Administrar o espaço é complexo. Administrar o transporte é complexo. Gerir os documentos, as pessoas e os equipamentos

é complexo. Os processos andam complexos. E os gestores estão dando um basta. 

 

Enxergue o mercado pelos óculos das comunidades

E que óculos são esses? Com lentes high tech. A inteligência artificial pode permitir ao CMO defender a marca, reter clientes e antecipar crises com muito mais eficácia.

 

CONTAGEM REGRESSIVA

com Daniel Salton e Maurício Salton

 

DIRETO AO PONTO

Para onde vai a Netflix

 

Como líder, a quem

 

ABBA e a turnê dos hologramas

 

Seu candidato conhece o Apolitical.co?

 

Switcher: o que fazer para “pivotar” sua carreira

 

Do open franchise aos open leaders

 

O momentum do coaching

Você sabia que apenas 8% dos profissionais são capazes de apontar um líder que se importou com eles, segundo pesquisa realizada em vários países? Em outras palavras, se uma pessoa trabalhar com 15 chefes durante sua carreira, apenas um vai conseguir engajá-la. Esse é um triste retrato do mundo das organizações, e explica parte do boom vivido atualmente pelo coaching – um processo de autoconhecimento e desenvolvimento personalizado que visa maximizar o potencial de cada um, vindo dos esportes. Como ocorre em todo boom, no entanto, há muitas armadilhas no mercado. Este Dossiê organiza as informações para que o leitor possa evitá-las.

 

A escalada atual (e os excessos)

As escolhas do coachee e do coach

Marshall Goldsmith – #segueolíder

 

O sucesso e o fracasso do capitalismo de laços

O Brasil tem donos, e eles formam um mundo pequeno: são alguns grupos privados nacionais em conexão com o governo. Sérgio Lazzarini, do Insper, escreve sobre como esse modelo continua a se fortalecer. E também discute se é possível fazê-lo evoluir.

 

Como estar presente

Abrir-se às oportunidades de inovar, ter alta performance e ser um bom líder – tudo isso pode passar pela capacidade de estar presente. É um processo que tem três pilares, segundo

Eduardo Farah. 

 

COLUNISTAS CONVIDADOS DESTA EDIÇÃO

Elas por elas:

Gabriela Monteiro

 

Onda 3x4:

João Feiteiro

 

Era exponencial:

Lilian Veltman

 

High potentials,

com Yasmim Chang Lee 

 

HSM:

Denis Garcia

 

REPORT SETORIAL

Seguros na era do big data

Os bancos agiram primeiro, mas seguradoras e corretoras também estão abraçando as tecnologias.  você serve?

Cabelos&Cia.
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Eventos
BARBA&CIA
Mente Cérebro
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Dossiê
Scientific American
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Dossiê
EDITORA SEGMENTO
CNPJ: 65.698.516/0001-05
Rua Cunha Gago, 412 - 1º andar
Pinheiros - São Paulo/SP
CEP 05421-001
Telefone: (11) 3039.5600