Energia nuclear
edição especial - Scientific American Brasil - Ed. nº 42
Produto indisponível

Se a opinião pública costuma ser vítima da lógica fácil – para satisfação e gozo de políticos desonestos e outros aproveitadores –, como um veículo de divulgação de ciência deve comportar-se ao tratar de um assunto tão complexo quanto estratégico como a energia nuclear? Longe de uma postura opinativa – não faz sentido dizer às pessoas como elas devem pensar –, a abordagem interpretativa certamente é a mais promissora. Abordagem interpretativa, o que significa jornalismo interpretativo, é a contextualização dos acontecimentos de um ponto de vista histórico. Neste caso é preciso expor os acontecimentos de forma que as pessoas possam ter suas próprias avaliações e daí tirem conclusões. Para isso, leia mais sobre Energia Nuclear nesse especial de Scientific American Brasil.

SUMÁRIO

REATORES DE NOVA GERAÇÃO
Planejando o Cisne Negro

O inesperado acidente em Fukushima serve de alerta para uma nova geração de reatores nucleares americanos. Eles são mesmo confiáveis?
Por Adam Piore

ENERGIA COMPETITIVA
Quando a Energia Nuclear é Competitiva

Novos projetos de reatores podem reduzir o aqueciemnto global e a dependência de combustíveis fósseis, mas o que está em discussão é se usinas melhores fazem sentido para o mercado.
Por Matthew L. Wald

MINIMIZAÇÃO DO EFEITO-ESTUFA
Opção Nuclear

A expansão da energia nuclear pode contribuir significativamente para adiar as mudanças climáticas ao evitar que até 2 bilhões de toneladas de carbono sejam emitidas anualmente.
Por John M. Deutch e Ernest J. Moniz

PERSPECTIVAS DA FUSÃO
O Futuro Incerto da Fusão Nuclear

Há muito tempo cientistas sonham em aproveitar a fusão nuclear – fonte de energia das estrelas – para abastecimento energético seguro, limpo e praticamente ilimitado. Mas, apesar de um reator estar próximo de ser construído, céticos questionam: será que um dia ele vai funcionar?
Por Michael Moyer

OPÇÕES BRASILEIRAS
Brasil ainda Hesita na Área de Energia Nuclear

Pesquisas aqui começaram antes da década de 40, mas avanços foram contidos por conjunturas não favoráveis, apesar de o país dispor de reservas de urânio e ter autonomia na produção de combustíveis.
Por Odair Dias Gonçalves

A FORÇA DA VIDA
Ensinamentos de Chernobyl

Trabalhando em uma zona radioativa, dois cientistas aprendem difíceis lições sobre política, preconceitos e desafios para fazer ciência de alto nível.
Por Ronald K. Chesser e Robert J. Baker

RECICLAGEM NUCLEAR
Lixo Nuclear Bem Reciclado

Reatores de nêutrons rápidos extrairiam muito mais energia de combustível reaproveitado em usinas, minimizariam riscos de proliferação de armas e reduziriam tempo para dejetos serem mantidos em isolamento.
Por William H. Hannum, Gwerald E. Marsh e George S. Stanford

USINAS DESATIVADAS
Desmantelando Reatores Nucleares

A desmontagem de uma usina nuclear no fim da vida útil é uma tarefa complicada, mas não pelas razões que se possa imaginar.
Por Matthew L. Wald, fotos de David Murray Jr.

MUDANÇA CLIMÁTICA
Além do Ponto Crítico

Climatologista respeitado por suas opiniões admite que os níveis de dióxido de carbono estão perigosamente altos. O que se pode fazer se ele estiver certo?
Por Michael D. Lemonick

DIVERSIFICAÇÃO ENERGÉTICA
Plano B para a Energia

Se o aumento da eficiência e os avanços das tecnologias atuais não detiverem o aquecimento global, poderiam novas fotnes de energia, livres de carbono, ser a
salvação?
Por W. Wayt Gibbs

Cabelos&Cia.
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Eventos
BARBA&CIA
Mente Cérebro
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Dossiê
Scientific American
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Dossiê
História Viva
Edições Anteriores
Edições Especiais
Coleções
Jazz Vida antes da vida
EDITORA SEGMENTO
CNPJ: 65.698.516/0001-05
Rua Cunha Gago, 412 - 1º andar
Pinheiros - São Paulo/SP
CEP 05421-001
Telefone: (11) 3039.5600