Armadilhas da percepção
edição especial - Mente e Cérebro - Ed. nº 16
Produto indisponível

Interações entre percepção, sistema visual, leis da física e estética têm sido tema de estudo dos pesquisadores do Centro do Cérebro e da Cognição da Universidade da Califórnia, em San Diego, Vilayanur S. Ramachandran e sua mulher, Diane Rogers-Ramachandran – autores da maior parte dos textos desta edição especial. Nas 84 páginas desta revista, estudiosos de truques da percepção convidam o leitor a desvendar alguns mistérios e a brincar com os próprios sentidos, por meio de experimentos simples e intrigantes.

SUMÁRIO 

A psicologia da forma
HELMUT E. LÜCK
A palavra Gestalt, alemã e sem tradução exata em português, refere-se ao que é “exposto ao olhar”; segundo a teoria, o todo “é sempre maior que a soma de suas partes”

A neurologia da estética
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Apesar da diversidade de estilos, há princípios universais da arte – uma espécie de “gramática” da estética, análoga às sintaxes propostas pelo lingüista Noam Chomsky

Paradoxos da percepção
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Se duas fontes diferentes de informação são incoerentes entre si, o cérebro dá importância à que parecer mais confi ável, com base em experiências acumuladas – e vai ignorar a outra

Buscas do olhar
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Experiências com pontos cegos indicam que nosso sistema nervoso detesta o vácuo – e procura fugir dele

O fascínio do espelho
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Imagens especulares ajudam pessoas amputadas a amenizar ou eliminar a dor fantasma; experimento mostra a importância da comparação de informações sensoriais para a imagem corporal

Imagens ambíguas
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERSRAMACHANDRAN
Ilusões visuais atiçam a curiosidade e permitem diversas interpretações; o sistema nervoso, porém, anseia por respostas e se concentra em uma só alternativa

Nuances do cinza
ALAN GILCHRIST
Jogos de sombra e contraste fazem com que uma única forma acinzentada pareça ter diferentes tons, dependendo do que estiver ao redor

Ver para crer
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERSRAMACHANDRAN
Ao alterar o sombreamento e a fonte de luz fazemos com que imagens pareçam mudar de forma e lugar. Não acredita? Experimente!

Mecanismos da estabilidade visual
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERSRAMACHANDRAN
Por que o mundo não parece pular quando nossas retinas se movem? Essa adequação aparentemente corriqueira exige trabalho cerebral específico

Ilusões móveis
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERSRAMACHANDRAN
Ao “enganar” neurônios especializados em detectar estímulos que se deslocam, certas imagens nos fazem perceber movimento onde ele não existe

A dança das listras
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Buscamos padrões para apreender estímulos visuais; alguns experimentos simples elucidam processos neurológicos complexos usados para captar o movimento dos objetos

Filtros da percepção
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
A manipulação de imagens com algoritmos promove ilusões visuais surpreendentes e também explica como nosso sistema visual decompõe o que vê em diferentes freqüências espaciais

Brincando com pesos e medidas
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
A ilusão visual confunde os centros neurais e nos faz crer que um objeto seja diferente do que realmente é; experiências simples e divertidas mostram como isso acontece

No prumo certo
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Para calcular a posição relativa dos objetos, o cérebro usa estratégias complexas que comparam informações sensoriais antes de decidir o que está de pé e o que está de cabeça para baixo

Transparente e óbvio
VILAYANUR S. RAMACHANDRAN E DIANE ROGERS-RAMACHANDRAN
Utilizamos recursos neurológicos sofisticados para processar informações sobre a cor e o brilho dos objetos – mas nem sempre nossas conclusões seguem as leis da física

Cores ilusórias
JOHN S. WERNER, BAINGIO PINNA E LOTHAR SPILLMANN
Experimentos que envolvem percepções visuais sugerem que a noção de cor está associada às formas e à profundidade; os diferentes tons são sensações criadas pelo cérebro

Cabelos&Cia.
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Eventos
BARBA&CIA
Mente Cérebro
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Dossiê
Scientific American
Assinaturas
Edições Anteriores
Edições Especiais
Dossiê
EDITORA SEGMENTO
CNPJ: 65.698.516/0001-05
Rua Cunha Gago, 412 - 1º andar
Pinheiros - São Paulo/SP
CEP 05421-001
Telefone: (11) 3039.5600